Seja bem-vindo ao Portal LuzMG! É com muita alegria que agradecemos você pelo acesso ao nosso site!
22 de Setembro de 2017
Pimenta no Café
Tudo é Carnaval
Os vencimentos desses agentes políticos estão de bom tamanho, principalmente dos vereadores “trabalham” apenas uma vez por semana.
Tudo é Carnaval
A nossa Câmara Municipal é uma verdadeira “caixinha de surpresas” onde se evidenciam interesses e às vezes “joguinhos políticos” que muitas vezes acabam por se converter em situações cômicas, para não dizer redundantes. Um desses casos foi o posicionamento contrário de quatro vereadores ao projeto que reajustou os vencimentos dos agentes políticos de Luz. A situação que sucedeu o Carnaval, sem dúvida lembrou o refrão carnavalesco antigo que dizia: “Não me leves a mal, tudo é carnaval.” Ficou claro que os quatro vereadores (Rogério Silva, Conceição, Jaime Balaieiro e Paixão) não “cortaram a própria carne”, pois dias tinham votado a favor do mesmo reajuste em seus salários. Simplificando, usaram dois pesos e duas medidas.
 
Demagogia
Os mais variados argumentos para se posicionarem contra o reajuste, principalmente o do prefeito não me convence. Tenho certeza de que o Executivo jamais enviaria um projeto dessa natureza a Casa, se antes os vereadores não tivessem reajustados seus próprios salários. Outra coisa, se o projeto de reajuste dos vereadores estivesse englobado com o votado na reunião passada - como era antes - os quatro parlamentares teriam votado contra? Duvido muito. Então está na hora de parar com essa hipocrisia, ainda mais para quem sonha um dia governar o município.
 
Bom tamanho
Não estou aqui dizendo que sou a favor dos reajustes, sejam para o prefeito, vice, secretários ou vereadores, estou apenas fazendo uma análise do que vem ocorrendo em nossa Câmara Municipal e, consequentemente, na política de nossa cidade. Mesmo porque acredito que pelo poder aquisitivo de nosso município, os vencimentos desses agentes políticos estão de bom tamanho, principalmente dos vereadores “trabalham” apenas uma vez por semana. Essa é minha modesta opinião.
 
Lixo
Já virou rotina postagens nas redes sociais sobre lixo espalhados pelos bairros da cidade, principalmente nos finais de semana. Pior é que essa situação se arrasta a um bocado de tempo. A justificativa dos responsáveis é sempre a mesma: falta de pessoal. Se o problema é esse está fácil de ser resolvido, basta dispensar um pouco de chefes e colocar no lugar pessoas para limpar a cidade. Digo os chefes porque estavam fazendo um serviço próximo à minha casa, enquanto dois trabalhavam uns cinco supervisavam. Ou seria aquele velho ditado: a prefeitura finge que paga e os servidores fingem que trabalham.
 
Cidade às escuras
Desde que ocorreu a troca de responsabilidade na manutenção da iluminação pública, várias ruas de Luz relembram aqueles filmes de terror, onde o lobisomem vai aparecer a qualquer momento. Principalmente nos bairros mais afastados e com algumas exceções no centro da cidade, vem sofrendo com a falta de reposição de lâmpadas que foram queimadas pelo tempo e uso constante. A escuridão tomou conta de alguns locais. Se nossa cidade vem sofrendo com a criminalidade, com a cidade às escuras se torna um prato cheio para a bandidagem. Atenção secretário de administração lembra do que disse há aproximadamente um mês? Lembra? Então mãos a obra!
 
Putaria
Num momento em que boa parte do País fala impeachment da presidente Dilma, quero também compartilhar minha indignação com todos estes desmandos e corrupção por parte do Estado. Mas quero esclarecer a todos que na década de 70 a 80, foi realizado uma pesquisa por historiadores, cientistas políticos, entre outros, e naquela época, chegaram à conclusão que o Brasil é um país sem solução. Descobriram por exemplo, que o brasileiro não se interessa por política, história e economia, só quer saber de putaria, samba, carnaval, futebol, praia, churrasco e cerveja, além das drogas, este é o povo brasileiro. Portanto, impeachment da presidente, ESQUECE!!!!
 
 Retrato do País
O retrato do Brasil de hoje. Milhares de caminhoneiros paralisando trechos de rodovias em vários estados do País. É um protesto contra o preço do transporte no Brasil, o custo de sua existência e subsistência dirigindo um caminhão. Reclamam do preço do frete que recebem e do combustível por que pagam.
 
Retrato do País I
A grande maioria dos trabalhadores é composta de autônomos que financiam seus caminhões e lutam desesperadamente para pagar as prestações do veículo. Saem de casa, deixando família para enfrentar horas e horas dirigindo todos os dias. Dirigem o Brasil inteiro, de norte a sul. Até chegar em casa às vezes depois de mais de mês. Cumprem bem a poesia de Luiz Gonzaga que diz: “Minha vida é andar por este país”.
 
Pagando as contas
O petróleo continua subindo exatamente diante das revelações que envolvem esquemas de corrupção dentro da maior refinaria do País. Aos olhos do povo brasileiro, o que parece é que ambas as contas estão sendo pagas pelo consumidor: a da alta dos combustíveis e das fraudes no dinheiro que abasteceu interesses de políticos, empreiteiras e grandes organizações numa sequência de troca de favores com o governo. 
 
Pagando as contas I
Então não se trata apenas de pensar em resultados. Se o governo não pode voltar atrás no preço, que pelo menos a população demonstre sua indignação diante de tamanha falta de ética, porque se as coisas estão se desenhando para um cenário caótico, todos precisam se mobilizar para a situação não piorar ainda mais. É hora de as categorias se reunirem em prol dos interesses coletivos.
 
Tiro o chapéu
Para o prefeito de Luz que não mediu esforços, buscou parceiros e alternativas para que o problema da ponte sobre o Rio São Francisco fosse solucionado. Bem diferente do gestor de Lagoa da Prata que só aderiu ao projeto nos momentos finais.
 
Enterro o chapéu
Para o tal de prêmio Destaque do Ano que, para este colunista, não passa de uma fraude, pois não visa premiar realmente os destaques e sim empresas que sujeitam a “colaborar” com o evento de entrega da premiação.
Por: Luiz Antônio Mendes em 09 de Março
Email: luizantoniojv@gmail.com
VOCÊ É O VISITANTE N° 457251

CURTA NOSSA PÁGINA E FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES